ORADORES

Anfitrião

ARTUR NUNES

artur-nunes
Artur Nunes

Licenciado em Economia, trabalhou vários anos como consultor, director financeiro e director geral em diversas instituições públicas e privadas.

Lidera a Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM). O Conselho Intermunicipal da CIM-TTM é constituído pelos presidentes das câmaras municipais dos nove municípios que integram esta comunidade: Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais.

É importante mencionar que a Câmara Municipal de Miranda do Douro tem um papel activo no projecto de cooperação transfronteiriça «Flumen Durius», que tem como objectivo valorizar o potencial natural existente entre Espanha e Portugal, o rio Douro. Desta forma, o projecto enfrenta alguns dos desafios mais importantes do território e das oportunidades que oferece, articulando a sua estratégia no aproveitamento dos recursos do território, impulsionando o turismo transfronteiriço e sustentável, através da criação de oferta de experiências turísticas, apostando no trabalho conjunto e na criação de valor acrescentado.


 

ORADORES

Ana Paula Rebelo Correia

Ana Paula
ANA PAULA CORREIA 

Comunicação: A Iconografia do Menino Jesus: fontes, diversidade e particularidades. O Menino Jesus da Cartolinha

Ana Paula Rebelo Correia, é Doutorada em História da Arte pela Université Catholique de Louvain (Bélgica), onde fez igualmente a Agregação em Metodologia das Artes Plásticas. Tem-se dedicado ao estudo da leitura da obra de arte nas vertentes da estética e da iconografia, com particular destaque para o estudo da iconografia no património integrado (azulejo, estuque, pintura) dos séculos XVII e XVIII. Organizadora de inúmeros cursos livres e palestras sobre iconografia e pintura europeia, tem vários estudos publicados sobre iconografia. 

É investigadora independente, docente de História e Cultura das Artes, Membro do Conselho Cultural da Fundação Casas de Fronteira e Alorna, membro do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (ARTIS – FLUL), e Consultora Científica para a Coleção de Pintura do NOVO BANCO.


Raquel Afonso

Comunicação: O “Património” Natural como factor de desenvolvimento turístico do território 

Raquel Afonso nasceu em  Macedo de Cavaleiros, em 1975 é licenciada em Biologia e Geologia (Universidade do Minho) e detentora de título de Suficiência investigadora na área da Ecologia no âmbito do Doutoramento em “Manejo y Conservación de los Recursos Naturales- aplicación a la Géstion Ambiental ” ( Universidade de Salamanca) . Iniciou a atividade profissional em 2001 como professora de Biologia e Geologia,  do ensino secundário que foi complementando até 2009 com o exercício de funções como formadora e coordenadora de ações de formação enquadradas  no Programa Agro. De 2009 a 2017 dedicou-se  ao Turismo da Natureza , tendo exercido funções de monitora/guia no cruzeiro Ambiental,Coordenadora de Educação Ambiental e técnica  responsável pela implementação de projetos de conservação de espécies faunísticas, no Centro de Turismo Ambiental Luso Espanhol . Atualmente, exerce funções como Técnica Superior em Biologia no Município de Miranda do Douro. 


Hélder Rui Ferreira

helder_ferreira
HELDER FERREIRA

Comunicação: «Miranda, um Património a descobrir»

Licenciado em Sociologia, pela Universidade Lusófona. Fundador da ADGTCP PROGESTUR – Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural Português. Coordenador das candidaturas dos Pauliteiros de Miranda e Capa de Honras ao Inventario Nacional de Patrimonio Imaterial – MATRIZ

Autor ou Coautor das seguintes obras:

Armazéns do Chiado 100 anos – Participação de Arq. Siza Vieira, Arq. Souto Moura, Prof. Arq. Joan Busquets, Eng. Ribeiro Teles, Dr. João Soares, Dr. Jorge Pinheiro;

Bugiada| Editora ELO/Bertrand;

  Máscaras em Portugal da editora Mediatexto/Inapa;

Mistérios da Páscoa em Idanha da editora Esquilo e Máscara Ibérica,

Viseu, Old City and a New Urban Artifact com o Prof. Joan Busquets 

Máscaras em Portugal, com Teresa Perdição e participação de Benjamim Enes Pereira, Alberto Correia;

Mistérios da Semana Santa em Idanha, com Dr. António Catana;

– Coordenador do livro Máscara Ibérica, Vol I, com a participação de Bernardo Calvo, Fidalgo Santamarina, Oriana Alves;

– Coordenador e Responsável pelo livro Estádios do Séc. XXI, com Siza Vieira, Tomás Taveira,

  Coordenador do livro Máscara Ibéricas Vol II,

– Livro Albano Neves e Sousa, Pintor de Angola, com Miguel Anacoreta Correia;


Mário Correia

Mário Correia
MÁRIO CORREIA

Comunicação: Sons da Terra «os sons de Miranda»

Musicólogo, fundador do Centro de Música Tradicional Sons da Terra (2001). Entre 1970 e 1978, integrou o quadro de colaboradores da revista portuense de música popular, MC-Mundo da Canção, da qual foi director em 1976 e até Abril de 1998. Investigador do IELT (Instituto de Estudos de Literatura Tradicional) da Universidade Nova de Lisboa e membro da (ALTM) Academia de Letras de Trás-os-Montes. Faz parte do Conselho Consultivo da Associação José Afonso e do Observatório da Canção de Protesto.

Integrando o grupo de divulgadores da música tradicional e popular portuguesa, assim como das suas congéneres europeias e latino-americanas, assinou colaboração dispersa pelos mais diversos jornais (Diário de Notícias, Primeiro de Janeiro, Público e Blitz, entre outros) e revistas (Ghaita, de Madrid; Na Gaits, de Vigo; Interfolk, de Madrid; Filandar, de Zamora; Anuário da Gaita, Ourense). Realizou também programas de rádio (Cantares de Amigo, primeiro no extinto Rádio Club Português e depois na RDP-Antena 1 e Eurofonias, entre Dezembro de 1995 e Janeiro de 1997, na Rádio Nova-Porto/RCP-Lisboa). Em 2002/2003, colaborou com a equipa responsável pela série televisiva “Povo Que Canta – Segundo Passo” na realização dos dois filmes consagrados a Trás-os-Montes.

Criador da Sons da Terra em 1999, com um catálogo de edições de recolhas musicais da tradição oral portuguesa que já ultrapassa uma centena e meia de títulos publicados, tem publicado vinte e cinco livros sobre temas musicais. Entre 1990 e 1998 integrou no núcleo responsável pela programação do Festival Intercéltico do Porto e, a partir de 2000, assegura a programação e organização do Festival Intercéltico de Sendim.

Prémios e distinções: XII Prémio Europeu de Folklore Agapito Marazuela (2007, Segóvia, Espanha), Chosco de Oro (2010, Navelgas, Astúrias),  Medalha de Mérito Cultural (2012, Governo de Portugal) e Prémio Méwito Etnografia e Tradição (2019, Fundação INATEL).


Júlio Meirinhos

Meirinhos
JÚLIO MEIRINHOS

Comunicação: «Miranda do Douro e o mirandês, a outra língua oficial em Portugal»

Júlio Santana Meirinhos (Sebilha, 5 de Dezembre de 1954) fui l deputado que tubo la einiciatiba de fazer recoincer ouficialmente la Lhéngua Mirandesa.

Júlio Meirinhos naciu an Spanha, filho d’eimigrantes pertueses, mas bino, inda nino, pa Miranda de l Douro, adonde se fizo home. Lhicenciou-se an Dreito pula Ounibersidade de Coimbra an 1978. Fui Persidente de la Cámara de Miranda de l Douro antre 1979 i 1986, Bice-Persidente de la Comisson regional de Turismo do Nordeste Stransmontano antre 1984 i 1986, Persidente de l Agrupamento de Municípios de la Tierra Frie Stransmontana de 1984 a 1994, Delegado regional de ls Municípios Stransmontanos junto de la EDP de 1983 a 1986), Bice-Persidente de l Cunselho Diretibo de la Fundaçon Antero de Quental, Bice-Persidente de l Cunselho Fiscal de la Assemblé Nacional de Municípios, i Deputado a la Assemblé de la República, siempre pul PS. A níble de l PS tamien oucopou bários cargos, zde Persidente de la Federaçon çtrital a nembro de l Comisson Nacional.

Apuis fui até Macau i ende fui Secretário-Giral de l Leal Senado antre 1987 i 1990. Cuntinou cumo Notário pribatibo de l Leal Senado (1987-1990), Juiç de Dreito de l Tribunal de Macau (1987), Persidente de l Tribunal Administratibo i Cuontas de Macau (1987-1990), Sócio Fundador de l Anstituto Jurídico de Macau (1988) i Secretário-Giral de l Clube Militar de Macau (1988-1989).

An 1990 boltou a concorrer i a ganar la Cámara de Miranda. An 1995 boltou a ser eileito deputado a la Assemblé de la República, cun mandato suspenso, pa cordenar l porgrama de zambolbimento Antegrado de l Bal de l Côa. Fui el cumo deputado que tubo la einiciatiba legislatiba de l Porjeto de Lei n.º 534/VII – Recoincimento Ouficial de Dreitos Lhenguísticos de la Quemunidade Mirandesa, de 5 de Junho de 1998.

Ten bários prémios i cundecoraçones. Tamien ye outor de alguns trabalhos, cumo: Reforma Administratiba Ultramarina an Macau i la Coperaçon stransfrunteiriça antre Trás ls Montes i la porbíncia de Çamora.

(Retirado da página Biquipédia– em Lhéngua mirandesa)


Carlos Ferreira

FB_IMG_1575396466176
CARLOS FERREIRA

Licenciatura em “Geografia e Planeamento Regional”: Universidade Nova de Lisboa (1985). Frequência do Mestrado em “Urbanisme, Aménagement et études urbaines”: – França (1987). Université Paris X. Pós-graduação em “Didática das línguas minoritárias”: Universidade de Oviedo – Espanha (1999). Programa de Doutoramento “Ordenamento Ambiental do Território”: Universidade de Salamanca – Espanha (2003)

Experiência Profissional

– Professor de geografia em Lisboa (1985-1986)

– Directeur Commercial & Marketing em Paris (França) (1986-1997)

– Professor de geografia em Macedo de Cavaleiros e Miranda do Douro (1997-1999)

– Professor de língua mirandesa (1999-2003)

– Empresário em Turismo Rural (2004-2019)

– Vice-Presidente da Região de Turismo do Nordeste Tramontando (2005-2008)

– Vice-Presidente da ADTURN (Agência de promoção externa do Norte de Portugal) (2005-2008)

– Vogal da Comissão Instaladora da Entidade de Turismo do Douro (2008)

– Vogal da Comissão Instaladora da Turismo Porto e Norte de Portugal (2008)

– Representante do Secretário de Estado do Turismo na Assembleia Geral da TPNP (2008-2012)

– Administrador Delegado na TPNP – Turismo do Porto e Norte de Portugal (2008-2012)

– Em representação da TPNP – Vice-Presidente da AGA Geoparque Arouca (2009-2013)

– Departamento Operacional da TPNP: implementação e operacionalização da rede de feiras nacionais e estrageiras da TPNP (2013-2017).

– Persidente de l’Associaçon de la lhéngua i Cultura Mirandesa

– Secretário da Mesa da Assembleia Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes (2013-2019)

– Presidente da Assembleia Municipal de Miranda do Douro (2017-2019)

– Artesão na área da máscara Transmontana em madeira, tendo já esculpido mais de 600 máscaras e participado em mais de 30 exposições nacionais e estrageiras (2006-2019)

– Relevante atividade editorial em português e língua mirandesa – 12 publicações (1999-2019)


ALCIDES MEIRINHOS

Comunicação:  «Lhengua Mirandesa»

Screenshot 2019-12-08 18.17.39

1981 a 1992 melitar de ls  Quadros Permanentes de la Fuorça Aérea Pertuguesa – purmeiro-sargento páraquedista con respunsablidades na formaçon i anstruçon.

1992/1995 – Frequéncia e cunclusion de l Curso Superior de Quemércio Anternacional (grau Bacharel) de l ISCIAInstituto Superior de Ciências da Informação e Administração an Abeiro.

1995/2005 – Respunsable pula Logística de Porduto Acabado nas firmas: Recer, SA; Ceramic, SA. Gresco, SA.

2005 – Licenciatura an Quemércio Anternacional zde 2005/02/17, era de la defesa de la monografie an Logística / Gestão de Armazéns na Indústria Cerâmica dessa licenciatura, coordenada pul Mestre, Pedro França, porsor de l ISCIA i coordenador de l porjeto/ampresa Surfaceslab – Intelligent concepts (técnica RFID aplicada al quemércio i cadenas logísticas).

2005 / …  – Formador e Cunsultor ne l IEFP / Centro de Formação Profissional – Águeda, Viseu i Aveiro nos cursos de Logística e Armazenaige, Técnico(a) de Logística, Operador(a) de Logística, Técnico(a) Comercial, Técnico(a) de Apoio à Gestão

2008 – Criaçon de l Blogue Al Balhe de la Baglina http://baglina.blogspot.com/ – , adonde se dá bida al lhugar de nacéncia – Cicuiro – i a las pessonas eilhi nacidas i adonde son publicadas las purmeiras cuontas oureginales, recuolhas i traduçones. Blogue feito a meias cun Manuel Carvalho, un scritor cicuirano radicado an Montreal.

2009 – Ampeço de la cópia i traduçon de cuontas oureginales de José Francisco Fernandes – Padre Zé – tamien el nacido an Cicuiro.

2009 … Co-tradutor para mirandés de Cuontas de la Dona Tierra de Galopim de Carvalho;

2010 – Publicaçon, a meias cun Ana Afonso (dzeinhos), de La Mona l Maio – Cuontas de la Raia i de l Praino cuontas oureginales de l Padre Zé, por oucasion de ls sous nobenta anhos.

2011 – Publicaçon de l libro de cuontas L Camino de la Cándena.

          – Purmeiro prémio de cuontas de Natal: La Mona Negra

2012 … Buscas bariadas no campo de l patrimonho, nomeadamente suobre ls Pendones –  Pendones de Miranda – cruzes i cruzeiros, culto de la fertelidade, caminos mediebales …

2016  a março de 2019 – Bice Maioral de la ALCM – Associaçon de la Lhéngua i Cultura Mirandesa.